Vamos falar sobre endometriose?

A endometriose é uma patologia no qual o endométrio (mucosa que reveste o útero) cresce fora da cavidade uterina, mais comumente nos ovários, bexiga, intestino, reto e peritônio pélvico.

 

Os estudos relatam que existe uma prevalência de até 20% das mulheres em idade reprodutiva e de 30% a 50% das mulheres inférteis apresentam endometriose.

 

O que pode causar essa patologia?

 

As causas não são bem estabelecidas, porém as evidências indicam que a combinação de fatores genéticos, hormonais e imunológicos podem contribuir para a formação e o desenvolvimento dos focos ectópicos de endometriose.

Os estudos levantaram as seguintes hipóteses: menstruação retrógada (consiste em um refluxo de tecido endometrial através das trompas de falópio durante a menstruação, com subsequente implantação e crescimento no peritônio e ovário), crescimento de células embrionárias (as células que revestem o abdômen e a cavidade pélvica são originárias de células embrionárias comuns e pode ocorrer delas se converterem em tecido endometrial no processo de diferenciação tecidual), deficiência no sistema imunológico, etc.

 

O que a mulher pode sentir?

Pode ser assintomática e referir apenas infertilidade ou apresentar sintomas como dismenorreia (cólica menstrual) severa, dispareunia (dor na relação sexual) profunda, dor pélvica crônica, dor ovulatória, sintomas urinários ou evacuatórios perimenstruais e fadiga crônica.

 

Como é realizado o diagnóstico?

O diagnóstico pode ser realizado por meio de associação nos achados do exame físico com os exames de imagem e laboratoriais. Por meio desses é possível diagnosticar com um alto grau de confiabilidade que a paciente apresenta endometriose.

 

Existe tratamento?

Sim, existe. A abordagem terapêutica vai depender de cada paciente.

Pode ser indicado uma cirurgia ou tratamento clínico, que pode ser feito com medicamentos hormonais. Mas tudo dependerá da avaliação médica.

 

Realizando o tratamento, tenho possibilidade de engravidar?

Existem vários fatores que acarretam a infertilidade, mas realizando o tratamento da endometriose de maneira adequada e não havendo outros fatores que impeçam a fertilidade, é possível engravidar.

Deseja mais informações, marque uma consulta com nosso especialista.

Categorias: Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *